Dicas e Receitas

26/01/2012 - Os benefícios do chá de cavalinha.
A cavalinha é uma planta presente na história desde a Roma Antiga, onde era aplicada no tratamento de problemas respiratórios, infecções urinárias e da próstata.

 

Atualmente, consta na relação de ervas reconhecidas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e é bastante utilizada para amenizar dores de cabeça, hemorragias, equilibrar a pressão e prevenir a osteoporose. Porém, o que mais chama a atenção é sua ação diurética que, por evitar a retenção de líquidos, auxilia no emagrecimento; e no combate a estrias e celulite, por acelerar o efeito do colágeno no organismo.
 
Propriedades: a erva é rica em substâncias (glicosídeos flavônicos, saponinas, ácido gálico e potássio) responsáveis pela eliminação de substâncias tóxicas. Além disso, a cavalinha é boa fonte de taninos, poderosos adstringentes que melhoram o tratamento externo da acne, e de silício, que participa da calcificação dos ossos e age sobre as fibras elásticas das artérias. Como antiinflamatória, a erva ameniza os inchaços. Ela também acelera a cicatrização e aumenta a elasticidade da pele, atuando como um hidratante profundo. Nos tratamentos de beleza, fortalece as unhas e dá brilho aos cabelos.
 
Contra-indicação: pessoas com pressão baixa. Além disso, também é importante tomar cuidado com a ingestão de chás e infusões preparadas com esta planta porque, em excesso, há risco de intoxicação e irritação intestinal.
Curiosidade: como outras inúmeras ervas, a cavalinha também era utilizada para “finalidades mágicas”. Com seus caules ocos, os antigos pastores fabricavam flautas que eram usadas para espantar serpentes, daí o nome popular “milho-de-cobra”. Além disso, sempre foi muito forte a ligação entre a planta e a fertilidade feminina: quando uma mulher queria engravidar, era costume colocar um vaso de cavalinha dentro do quarto.
 
Pode ser encontrada: em casas de jardinagem, ervanários, supermercados, lojas de produtos naturais e de plantas medicinais.
Como consumir: a erva pode ser consumida desidratada ou in natura, em forma de chá, óleos e compressas. As partes aproveitadas são as hastes e os brotos verdes.
 
Óleo para prevenir estrias
Ingredientes 
1 ramo (ou caule) de cavalinha seca 
Preparo 
Coloque um ramo (ou caule) de cavalinha (já seca) em um vidro pequeno de óleo de amêndoas. Deixe descansar por 30 dias e passe na pele, sempre após o banho.
 
Chá para limpeza de pele
Ingredientes
1 punhado de cavalinha (fresca ou seca)
500 ml de água
Preparo 
Coloque um punhado da planta (fresca ou seca) em uma vasilha e despeje água fervendo. Abafe e deixe descansar por 10 minutos. Depois de fria, use a infusão com um chumaço de algodão para limpar a pele.
 
Para cabelos e unhas
Ingredientes
Caules e folhas de cavalinha
1 litro de água
Preparo 
Faça um chá com caules e folhas de cavalinha, deixe esfriar e use no enxágue final dos cabelos. Para fortalecer as unhas, faça um chá mais concentrado, deixe amornar e mantenha as unhas imersas por uns 15 minutos.
 
Obs.: antes de seguir qualquer procedimento, procure um médico